Conceito de sustentabilidade é reforçado em parceria com a Campo Limpo

Institucional, Notícias

Novos direcionamentos internos reforçam compromisso da empresa com práticas sustentáveis

A Ourofino Agrociência, em parceria com o sistema Campo Limpo, inaugurou no último dia 29 o novo galpão de embalagens, instalado no complexo fabril, em Uberaba Minas Gerais. A estrutura possui uma área de 900 metros quadrados e capacidade para armazenar até 109 mil bombonas.

Os recipientes são produzidos com 85% de plástico reciclado, oriundos do programa de logística reversa de embalagens de defensivos agrícolas, gerenciado pelo inpEV Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias.

Além disso, o estoque garantirá a continuidade dos processos de envaze e distribuição, além de mitigar problemas com desabastecimento de embalagens e mudanças bruscas de valores de fornecedores.

O que é o Sistema Campo Limpo?

O Sistema Campo Limpo é o programa brasileiro de logística reversa de de embalagens vazias de defensivos agrícolas, no qual o inpEV atua como núcleo de inteligência.

Criado em 2020, o Sistema Campo Limpo foi responsável pelo recolhimento de mais de 45, 5 milhões de embalagens de defensivos agrícolas. Cerca de 94% desse material é destinado à reciclagem e outros 6% são incinerados.

O programa abrange todas as regiões do Brasil e é focado no conceito de responsabilidade compartilhada entre toda a cadeia produtiva, incluindo agricultores, indústria fabricante, canais de distribuição e poder público.

Veja como foi a inauguração

Foco e vínculo com sustentabilidade

O desenvolvimento sustentável sempre esteve presente nos objetivos da Ourofino Agrociência. Nos últimos anos, essa visão amadureceu, tornou-se ampla, imperativa e presente nos mais diversos processos e relações estabelecidas ao longo da cadeia  de valor.

As melhorias operacionais e os novos direcionamentos internos ampliaram os resultados relativos à sustentabilidade. Esses resultados estão mensurados no último relatório anual da empresa, referente ao período de abril de 2020 a março de 2021 (exercício societário). Veja abaixo os principais indicadores.

Indicadores do desenvolvimento sustentável

  • Redução de aproximadamente 30% na Emissão de Gases de Efeito Estufa;

  • Diminuição de 47,5% na quantidade de efluentes industriais gerados pela fábrica;

  • Ampliação da reutilização da água de limpeza;

  • Padronização do processo de setup das linhas fabris;

Reimagine Proteção no Campo: Segurança, Saúde e Meio Ambiente

Promover as boas práticas agrícolas e ofertar produtos e serviços focados nos aspectos de sustentabilidade fazem parte do compromisso da Ourofino Agrociência. Como prova disso, a empresa desenvolveu o programa Reimagine Proteção no Campo, que tem como pilares os aspectos de segurança, saúde e meio ambiente.

O projeto tem como objetivo promover o uso correto e seguro de defensivos agrícolas, zelar pela integridade do profissional do campo e a conservação do meio ambiente. Uma soma de esforço que se traduz em sustentabilidade, com benefícios para o agricultor, lavoura, meio ambiente e sociedade.

Dentre as ações do programa Reimagine Proteção no Campo estão os treinamentos específicos, cartilhas, comunicados e outros. Todo este pacote de atividades busca fomentar a segurança dos produtores, a redução de impactos ambientais e a agricultura sustentável de alta performance, além da melhor eficácia do produto.

Meio Ambiente e Sustentabilidade:

A gestão ambiental é coordenada pela área de Saúde, Segurança e Meio Ambiente (SSMA) da Companhia e parte do Sistema de Gestão Integrada. As atividades da área são balizadas pelo complience e atendimento legal, gestão de riscos, práticas de mercado, exigências normativas (ISSO 14.001) e contratuais.

O complexo industrial de Uberaba (MG) é a operação que demanda maior atenção em relação aos aspectos ambientais, tais como água, efluentes, resíduos, emissões atmosféricas e condicionantes de licenças ambientais. Apesar da equipe de SSMA estar alocada no complexo industrial, a gestão ambiental cobre as outras operações, incluindo a fazenda experimental de Guatapará.

Em 2020, a empresa investiu R$ 2,0 milhões em ações para redução dos impactos ambientais nas áreas produtivas e de logística. As ações foram coordenadas pela equipe de SSMA e focadas em mitigar riscos de contaminação do solo, ar e água. Além disso, foram realizadas capacitações ao longo do período, as quais somaram 829 horas de treinamentos e mais de 780 profissionais (próprios e terceiros) participantes.

Ficou interessado? Quer saber mais?

Últimas notícias

A seca reduz as estimativas da safra de cana 2021/22

A seca reduz as estimativas da safra de cana 2021/22

A seca reduziu a estimativa da safra de cana 2021/22. A diminuição da produção está relacionada às chuvas irregulares no Centro-Sul, com precipitação inferior 20% à média São Paulo. O processamento está estimado em 585 milhões de toneladas, 3,5% a menos em relação ao esperado para o ciclo 2021/22.

ler mais

Compartilhar

Compartilhe essa notícia com seus amigos!