** Data da publicação 8/12/2021

Evolução da jornada cultural: conheça os valores da Ourofino

por Luciana D'Elboux Lourenço - Diretora de Gestão de Pessoas | Episódio 31

Ícone do player Spotify do podcast Fala, Agro

Spotify

Ouça o podcast fala agro no player toneIn

TuneIn

Ouça o podcast fala agro na player do deezer

Deezer

Ouça o podcast fala agro no podbean

Podbean

Ouça o podcast fala agro no player da apple

Apple

Ouça o podcast fala agro no player da apple

Castbox

Recentemente, a Ourofino Agrociência realizou a jornada cultural, onde, em uma tarde de imersão com todos os colaboradores, o time de Gestão de Pessoas compartilhou diversas informações e divulgou os novos valores da companhia: Apaixonados pela vitória; Inovando para o futuro; e Gente que brilha.

Os valores de uma empresa são os guias que possibilitam manter todos alinhados no mesmo objetivo. Certamente, ter esses valores bem definidos, e que sejam seguidos à risca, garantem o aprimoramento de todo o time e também a levar o que há de melhor para o cliente, no nosso caso, o agricultor.

Neste episódio do podcast Fala, Agro!, a diretora de Gestão de Pessoas, Luciana Lourenço, conta como foi o processo de identificação desses valores, o que isso muda no modo de trabalho da companhia e a relação com o propósito da Ourofino de Reimaginar a Agricultura Brasileira.

A evolução da jornada cultural

A gestora conta que essa ação começou a ser realizada um ano antes, em 2020, ano em que a empresa completou a primeira década da companhia. “Essa decisão foi conectada com o desejo da Ourofino de continuar crescendo, se fortalecendo e assim se tornar uma empresa referência no nosso segmento.”

O processo de evolução, chama de jornada cultural, ocorreu através de uma pesquisa com a metodologia Barrett, uma das principais quando se fala de transformação cultural. Segundo Luciana, todo o time da companhia respondeu a pesquisa e o resultado foi positivo.

“A partir da pesquisa, fomos verificar os resultados positivos e também os pontos que precisávamos desenvolver. Apesar de termos uma cultura forte, há alguns pontos que, se não tratados, poderiam inviabilizar a evolução cultural”, comenta a diretora.

Com os resultados da pesquisa, a empresa realizou no primeiro semestre de 2021 o Ecoa – Encontro de Colaboradores da Ourofino Agrociência. No evento, foram divulgadas a todos os funcionários as oportunidades da companhia e também foram iniciadas algumas ações.

“A partir deste momento, nós começamos a capacitar a alta liderança da Ourofino, que contemplou desde o nosso CEO, Marcelo Abdo, passando pelos membros do Conselho e também todos os diretores. Então começamos a fazer um processo para gerenciar essa transição.”

Durante o processo de capacitação dos líderes, Luciana destaca um capítulo ocorrido que foi trabalhar o “luto”: “Para que consigamos fazer uma evolução cultural, nós precisamos passar por um processo de desapego, por isso o luto. Isso serve para entender tudo o que foi bom na empresa até o momento, mas que para evoluir e atingir objetivos audaciosos, nós precisávamos romper algumas coisas.”

Por fim, com o resultado da pesquisa, foram determinados também os valores da companhia. Luciana conta que eles não foram criados, mas sim identificados. “Fizemos o trabalho de identificação dos valores, priorizando o que já havia sido destacado pelos colaboradores. Ou seja, não foram criados, apenas percebidos.” Em setembro esses valores foram divulgados no evento virtual denominado de “Jornada Cultural”.

Valores da Ourofino Agrociência

APAIXONADOS PELA VITÓRIA

Luciana conta que o processo de identificação foi muito importante, pois todos os gestores participaram da seleção dos valores da companhia. Neste trabalho, foram decididos quais valores faziam parte da essência da Ourofino.

Em primeiro lugar, o valor que a diretora destaca é: “apaixonados pela vitória.” Segundo ela, “nós não deixamos ser vencidos pelos obstáculos. Vamos sempre encontrar uma forma de vencê-los de forma criativa.” Luciana destaca ainda a agilidade na tomada de decisão de todos da companhia e o trabalho em equipe, que contribuíram para a escolha desse valor.

“Nós somos uma empresa que gosta de vencer. Que é apaixonada pela vitória e também pelo processo que nos leva a ela”, completa a diretora.

Apaixonados pela vitória

INOVANDO PARA O FUTURO

A inovação está no DNA da Ourofino e todos os colaboradores da companhia compartilham desse mesmo espírito. Inclusive, a gestora conta que diversas áreas da empresa estão passando por mudanças profundas, sempre baseadas em inovar.  

“A inovação está dentro do colaborador da Ourofino. Todos aqui gostam de buscar caminhos diferentes. Dessa forma, estamos sempre inovando para o futuro.” E a diretora complementa: “sabemos que a inovação é essencial para a agricultura brasileira.” 

A inovação já reflete em mudanças significativas na empresa. Neste ano a companhia criou uma área de inovação e transformação digital. “Vamos trabalhar a inovação em todas as suas vertentes. Vem coisas muito legais pela frente”, finaliza a gestora. 

GENTE QUE BRILHA

Ao olharem a pesquisa realizada, Luciana conta que os gestores perceberam que o orgulho em trabalhar na Ourofino Agrociência é uma realidade. “Isso está na origem da companhia. Vem desde os fundadores e os primeiros colaboradores que até hoje se orgulham ao falar dessa empresa.” 

Segundo Luciana, o nome “gente que brilha” foi determinado porque as pessoas que trabalham na Ourofino são especiais. “Elas escolheram fazer algo diferente nas suas vidas profissionais, de uma forma extraordinária.” 

“Cada vez mais as corporações têm falado sobre propósitos. O quanto os propósitos individuais precisam estar alinhados aos da empresa. Nós passamos muito tempo no trabalho e isso não pode se tornar uma coisa ruim.” 

Luciana ainda complementa que os colaboradores que escolhem ficar na companhia são porque acreditam no propósito de Reimaginar a Agricultura Brasileira. “Nós queremos lapidar todos os diamantes que passarem pela Ourofino”, finaliza a diretora. 

gente que brilha valores ourofino agrociência

A importância da liderança para a companhia

Realizar o processo de evolução cultural, ter uma liderança sólida e que consiga direcionar suas equipes são pontos importantes. Dessa forma, Luciana conta que a Ourofino tem buscado capacitar seus gestores para acompanhar essa evolução.

“Nós estamos criando a nossa ‘Universidade Corporativa’. Muito em breve nós anunciaremos as primeiras ações, cursos e demais atividades. O primeiro passo será justamente a capacitação dos nossos gestores sobre esses valores, para que eles consigam identificar essas características nos colaboradores.”

Neste momento, a diretora de Gestão de Pessoas conta que estão revisando todos os processos que envolvam o colaborador. Ou seja, as tomadas de decisões, critérios de promoção, benefícios e diversos outros.

“À medida que esse processo de evolução vai acontecendo, nós esperamos identificar a harmonia entre companhia e colaborador. Ou seja, o processo estará acontecendo.”

Relação: Propósito X Valores

“Os nossos valores são o suporte para que a estratégia da empresa, com base no propósito, possa acontecer.” É assim que a diretora Luciana explica a relação do propósito com os valores recém-incorporados.

Ou seja, o propósito de Reimaginar a Agricultura Brasileira, criado em 2017, permanece o mesmo. A Ourofino existe para levar as melhores soluções para o campo, seja em produtos, tecnologias ou serviços.

Além disso, a diretora conta que eles não excluem os pilares presentes no propósito, mas sim os amparam. “Quando estamos falando em ‘Inovando para a agricultura brasileira’, nós estamos falando também em inovação para o futuro. Quando falamos em ‘Presença constante. Construindo valor’, quem faz isso a não ser ‘gente que brilha’? Gente apaixonada pela vitória que vai permitir crescermos com a agricultura brasileira. Os nossos valores estão conectados com os nossos pilares.”

Compartilhar

Compartilhe essa notícia com seus amigos!