Dia Internacional do Milho: confira um panorama da produção mundial do grão

Mercado, Notícias

Segundo dados da Conab, safra brasileira 2020/21 será 6,3% maior que o ciclo anterior

No dia 24 de abril é comemorado o dia internacional do milho. O grão que é conhecido mundialmente e se apresenta de diversos modos, nos alimentos, desde os mais básicos até os mais elaborados, em ração para animais e diversos outros produtos. Além disso, o milho é matéria-prima para produção de biocombustível, o chamado etanol 2G.

O Brasil é um dos maiores produtores do grão do mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e China. Os maiores produtores nacionais são os estados de Mato Grosso, Paraná e Goiás.

Segundo dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), a safra mundial de milho no ciclo 2020/21 está estimada em cerca de 1,14 bilhão de toneladas. A entidade projeta alta de 31,6% na produção norte-americana, que deve atingir a marca de 360,25 milhões de toneladas do cereal.

Por aqui as notícias também são boas, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a projeção é de novo recorde na produção. A expectativa é de que o Brasil produza quase 109 milhões de toneladas do grão, um crescimento de 6,3% referente à produção 2019/20.

Desse total, cerca de 75% vêm somente da segunda safra, que se aproxima da colheita. Para efeito de comparação, a Argentina, um dos principais concorrentes do Brasil, tem expectativa de produzir 47,5 milhões de toneladas, um volume que corresponde apenas a cerca de 43% da produção brasileira.

Ainda de acordo com a Conab, com essa produção, a exportação do milho deve atingir a marca de 35 milhões de toneladas, o segundo melhor resultado em toda a história, atrás apenas da quantidade embarcada em 2019, que foi de 44,9 milhões de toneladas.

No etanol 2G, dados da União Nacional do Etanol de Milho (Unem) mostram que a produção do combustível derivado do milho na safra 2020/21 será 64% maior em comparação com o ciclo anterior, chegando a cerca 3 bilhões de litros, superando, inclusive, as expectativas da produção de etanol da cana-de-açúcar do Norte e Nordeste, que deverão produzir cerca de 2 bilhões de litros no mesmo ciclo.

Para manter a produção em níveis altos como o esperado para este ano, além de contar com a ajuda climática, é necessário alguns cuidados desde o plantio até a colheita. Dessa forma, a Ourofino Agrociência possui em seu portfólio 17 produtos com registros para a cultura do milho. Desse total, 3 são fungicidas, 5 herbicidas, 8 inseticidas e 1 adjuvante.

Ficou interessado? Quer saber mais?

Últimas notícias

A seca reduz as estimativas da safra de cana 2021/22

A seca reduz as estimativas da safra de cana 2021/22

A seca reduziu a estimativa da safra de cana 2021/22. A diminuição da produção está relacionada às chuvas irregulares no Centro-Sul, com precipitação inferior 20% à média São Paulo. O processamento está estimado em 585 milhões de toneladas, 3,5% a menos em relação ao esperado para o ciclo 2021/22.

ler mais

Compartilhar

Compartilhe essa notícia com seus amigos!