Ourofino entre as dez principais empresas do agro em 2021

por | nov 29, 2021 | Canal Digital, Institucional | 0 Comentários

** Data da publicação 30/11/2021

A empresa conquistou o prêmio da revista Globo Rural e compõe a lista das dez melhores no segmento de defensivos agrícolas

Após pouco mais de uma década e diversos desafios superados, a Ourofino Agrociência conquista o prêmio TOP 10 do 17º Melhores do Agronegócio, da revista Globo Rural. Esta marca é inédita na companhia de origem brasileira e materializa o trabalho de toda a equipe, sempre baseado no propósito de reimaginar a agricultura brasileira.

A premiação selecionou as 500 melhores empresas do setor em 22 categorias. No segmento de defensivos agrícolas, a Ourofino se consolidou entre as dez principais. Segundo a revista, a premiação considera como indicadores de pontuação os índices financeiros e também a responsabilidade socioambiental, que correspondem a 70% e 30% da nota final, respectivamente. A avaliação é realizada pela revista Globo Rural em parceria com a Serasa Experian.

“Essa conquista só foi possível pois temos um time comprometido, formado por pessoas que são apaixonadas pela vitória, que brilham diante dos desafios e tem inovação no seu DNA. Além disso, contamos com a confiança dos nossos clientes, parceiros e fornecedores. Trabalhamos para fazer o melhor a cada dia e estamos colhendo os frutos disso”, comenta Marcelo Abdo, CEO da Ourofino Agrociência.

A conquista é importante para reafirmar o compromisso da empresa com a agricultura brasileira. “Trabalhamos para nos mantermos cada vez mais próximos do produtor. Oferecemos, inclusive, uma linha de produtos reimaginados e também levamos tecnologia e serviços, assim, colaboramos com o seu crescimento”, complementa o CEO.

Esta marca vem em um momento importante para a companhia. No ciclo 2019/2020 o primeiro bilhão foi conquistado. Já em 2020/21 este faturamento exponencial foi ainda maior, mesmo com as adversidades vivenciadas globalmente. Além disso, a companhia possui um planejamento robusto para os próximos anos.

Sobre os índices financeiros, que possuem grande peso na avaliação do prêmio, Abdo salienta que a companhia prevê faturar R$ 5 bi até 2031. “Nossa expectativa é de atingirmos este faturamento sustentado pelo portfólio que cresce a cada ano. O pipeline de produtos é muito bom. Chegaremos a 285 soluções, entre portfólio principal e clones, nos próximos dez anos.”

Somente em 2021, a companhia já lançou cinco importantes produtos e espera anunciar outra novidade até o fim do ano. Como se não bastasse, os lançamentos trouxeram outras importantes conquistas, como a entrada para o mercado de patentes com o Goemon®, uma molécula inédita no mercado brasileiro para o manejo de lagartas; o fungicida Pontual®, uma tecnologia que proporciona tripla proteção contra a ameaça da ferrugem asiática; e os recém-incorporados Vivantha® e ÍmparBR®, inseticidas que atuam no controle de sugadores, ampliando as opções para o produtor.

Da mesma forma, a responsabilidade socioambiental é regra de ouro na Ourofino. A fábrica, localizada em Uberaba (MG), possui uma estrutura que possibilita o melhor aproveitamento da luz solar. Com telhas translúcidas, o uso de lâmpadas e, consequentemente, energia elétrica para sua alimentação durante o dia é dispensado. Além disso, ela é considerada uma das fábricas mais modernas do mundo no segmento, segundo auditores externos.

Em resumo, estes são apenas alguns exemplos do trabalho realizado pelos mais de 400 colaboradores da companhia que são instigados sempre a inovar e que se materializa com a premiação do 17º Melhores do Agronegócio.

Para Abdo, o momento é de comemoração: “conquistamos muitas coisas em pouco mais de dez anos, temos muito a crescer e contribuir com a agricultura brasileira. Obrigado a todos. Vamos em frente!”

Ficou interessado? Quer saber mais?

Compartilhar

Compartilhe essa notícia com seus amigos!