Minas de Ouro: conheça a história de Márcia Mutton

por | maio 6, 2022 | Canal Digital, Institucional | 0 Comentários

Márcia, para alcançar seus objetivos, precisou conciliar a maternidade, os compromissos acadêmicos e profissionais; hoje, a professora é a estrela do Minas de Ouro

  ** Data da publicação: 06/05/2022

A campanha Minas de Ouro ganha mais um novo capítulo. No mês em que comemoramos o Dia das Mães, contamos a história de Márcia Justino Rossini Mutton, que dedica a maior parte da sua vida à ciência e ao mundo acadêmico, sendo professora na Unesp de Jaboticabal, mas que também é mãe de gêmeos e fala com muito orgulho sobre a conciliação da educação com a maternidade.

Desde a infância, a vivência com o agro era realidade para a professora: “Meus avós possuíam propriedade rural e durante a minha adolescência, meus pais e eu nos mudamos para a Bahia. Lá vi uma realidade totalmente diferente, e isso, despertou em mim uma vontade de estudar para aprender e também ensinar para compartilhar o conhecimento.”

A paixão pelo agro começou a render frutos ainda na universidade. Para o tema do trabalho de conclusão de curso, Márcia optou por falar sobre genética em milho e, segundo ela, conquistou o prêmio de melhor trabalho da turma.

Uma vida dedicada à academia e à agricultura

A professora Márcia Mutton, como é conhecida pelos diversos alunos e ex-alunos, dissemina o conhecimento há mais de 30 anos, desde 1981. O currículo é extenso: Engenheira Agrônoma (1979) e Mestre em Agronomia (1984) ambos pela FCAV/Unesp, doutora em agronomia pela ESALQ/USP (1990) e livre-docente pela Unesp em 1998.

Além disso, a docente participou de diversos outros cursos e workshops que contribuíram, não só para sua carreira, como para o progresso da agricultura brasileira.

Hoje, é professora titular responsável pelas disciplinas de Tecnologia do Açúcar e do Álcool, Biotecnologia dos Processos Fermentativos, Controles Analíticos de Destilarias e Controle Analítico de Usinas de Açúcar, Produção de Aguardente de Qualidade, Bases para o estudo de Leveduras e os Processos Fermentativos, tanto em graduação como para pós-graduação.

O agro e a família

Márcia tem ainda mais motivos para amar o agro, seu marido, Miguel, compartilhou durante muito tempo as salas de aula e corredores da universidade com ela. “Nós nos complementávamos profissionalmente também, o que é muito gratificante.”

Mas a vida acadêmica trouxe desafios para ela quando se tornou mãe de gêmeos. “Foi um período muito difícil, pois ser mãe de dois filhos, fazer o mestrado em Piracicaba e conciliar o compromisso profissional com a universidade, não foi fácil, mas deu tudo certo”, complementa.

Matheus e Michelle seguiram rumos diferentes nas formações acadêmicas. Ele tornou-se cientista da computação e ela, psicóloga. Porém a ligação com a agricultura segue ativa com Michele, que hoje trabalha com o agro.

Minas de Ouro Marcia Mutton e sua família

* Clique na imagem para expandir

Marcia Mutton no Campus da Unesp/Jaboticabal

* Clique na imagem para expandir

Da mulher na ciência para todas as mulheres

A agrônoma conta que a presença feminina no mercado e também na academia era muito reduzido quando começou a trilhar sua carreira. “Quando eu fiz faculdade, eram poucas meninas na sala de aula e no mercado de trabalho esse número era ainda mais reduzido.”

Mas ela percebe que isso tem mudado com o tempo, inclusive a figura feminina passou a atuar principalmente nas áreas de gestão, onde são tomadas as decisões.

“Hoje ainda há muitas conquistas a serem feitas, mas acredito que não pela imposição masculina. Depende muito mais da garra, força e determinação da mulher para que ela possa conquistar seu espaço”, comenta Márcia.

A professora resume trabalhar com ciência como desafiador, pois, para ela, conhecer os caminhos que levam a resolução de um problema é muito importante.

Para todas as mulheres da agricultura, Márcia deixa um recado: “Vamos pintar esse agro verde de rosa com a nossa força, determinação, cuidado e carinho” e complementa: “Venham ser felizes, venham para o agro!”

Conheça o Minas de Ouro

A campanha Minas de Ouro é uma criação da Ourofino Agrociência que tem como principal meta valorizar e dar holofotes ao trabalho da mulher em prol da agricultura brasileira.

Para isso, convidamos mulheres das mais diversas áreas do agro, que trazem o seu ponto de vista, as possibilidades do mercado e os desafios que ainda são necessários superar.

A marca “Minas de Ouro” foi criada com base em dois significados principais. O primeiro, “Minas”, se refere às mulheres, no sentido informal da palavra, também ao estado de criação dos fundadores e onde está localizada a fábrica da Ourofino, Minas Gerais. “Ouro” se baseia no minério precioso. Portanto, no resultado final, o nome “Minas de Ouro” se traduz sobre a preciosidade da mulher da agricultura brasileira.

Outras histórias do Minas de Ouro

Veja abaixo vídeos de outras mulheres que fazem brotar histórias inspiradoras.

Compartilhar

Compartilhe essa notícia com seus amigos!